RSS

Feliz Natal. Será sempre Natal para os que amam de verdade! Eterna Apaixonada

Natal © Ivone Boechat




Photobucket




Acende seu amor,
aquece os pensamentos,
rejeita todo mal,
por isto,
lança tormentos
para longe de você,
convide Jesus Cristo
para a ceia de Natal!

Abre as janelas
da sua vida,
traga a esperança perdida,
a alegria quer chegar...
Acenda todas as velas,
convide o mundo inteiro,
é tempo de sonhar...

Olha a beleza da cidade,
quanta esperança no ar,
crianças cantando,
tempo de fé,
tanta gente lutando,
de pé, orando,
para tudo melhorar!



© Ivone Boechat

7 comentários:

Consultora em Educação disse...

NATAL

Nossos corpos se enfeitam com a beleza da gratidão e as luzes da fé para compor o presépio de Natal na gruta da oração: Jesus Nasceu!
Há, por toda parte, notas musicais na pauta de cada gesto. A grandiosa orquestra do amor afina seus acordes na harpa dos séculos. É Natal!
Na simbiose definitiva do perdão e da prece, lágrimas se derramam no cálice da esperança. Nós, ovelhas do campo de Belém, apascentamos a doce alegria da promessa cumprida.
A noiva celestial levanta sua grinalda de estrelas e contempla a eternidade no berço humilde da estrebaria. Em meio aos rumores do mistério, a vida se define e se justifica no calor dos braços de Maria, Mãe do Amor!
Natal de árvores brilhantes e rostos apagados na sobrevivência do abandono. Natal do encontro de pessoas desencontradas na distância. Natal da criança feliz, abrindo fitas na festa da ilusão de cada dia. Natal do menino que chora, que pede e se despede nas ruas da amargura. Natal dos manjares, da toalha de linho, das velas coloridas na anemia da vaidade. Natal de Jesus Cristo, diariamente, no calor do abraço amigo, da mão estendida, do olhar carinhoso, do teto e da porta aberta.
Natal da fé! Natal da Igreja de Cristo, pronta, forte, confiante, guerreira. Natal da caridade que se esforça e vai às favelas, distribui esperança, planta a justiça, semeia o Evangelho, acende a luz das Boas Novas. Natal de felicidade na certeza do olhar de cada rosto.
Natal sempre, de janeiro a dezembro, sem dia pré-estabelecido no coração dos homens de má vontade. Natal no propósito, no desejo de servir ao próximo aflito, distante, na frieza do egoísmo. Natal do perdão, sem barreiras, sem bandeiras, protocolos, normas, constituições. Natal de ações.
Natal de agora, na ternura, no altar, suplicando, de joelhos, que Cristo continue iluminando corações, multiplicando a capacidade de amar, de servir, de ir, ou de ficar de olhos fixos na Sua palavra, na Sua promessa de arrebatamento no juízo final.
Feliz Natal!

Ivone Boechat

ETERNA APAIXONADA disse...

Obrigada duplamente, por deixar um comentário lindíssimo e por me permitir conhecer o seu!
Já conhecia alguma poesia sua pela internet e tanto gostei, que fiz essa postagem de uma delas!
Não irei resistir em tornar seu comentário em nova postagem!!!
Irei me tornar seguidora, para poder apreciar seus trabalhos, Ivone!
Tenha um ótimo fim de semana!
Com admiração, um beijo
Helô Spitali

Consultora em Educação disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Consultora em Educação disse...

Prece de fim de Ano

Ivone Boechat

Senhor,
não vivi
o tempo do Ano Velho,
com a devida
inteligência,
devo confessar,
gastei dias
abençoados demais
me equilibrando
nos vários empecilhos
da incompetência,
nos vendavais
da concorrência,
no medo de
tropeçar.
Senhor,
dá-me outro Ano Novo,
sei que não mereço,
não aprendi
a ficar mudo
nas adversidades
e provocações
pelo caminho,
nem sei como viver as novidades
sem chorar;
reconheço,
a pequenina força,
se lutar sozinho,
sem orações,
não percebo tudo,
prometo melhorar
e nem um dia
me afastar do altar.

Consultora em Educação disse...

Prece de ano novo

Ivone Boechat


Senhor,
resplandece o fulgor do
Ano Novo,
expectativas, mistério, perguntas,
ansiedades,
fazem da festa um mundo
de curiosidades;
há, por toda parte, calendários,
previsões orçamentárias, planos de vida,
mas só tu sabes, Senhor, o que há de vir.
Neste instante de novidades e de abraços,
nesta hora de promessas e possibilidades,
dá que eu sinta o Teu poder e a Tua paz,
abrindo clarões no escuro da incerteza.
Senhor,
que nem mesmo a iminência da morte,
da despedida,
quando a dúvida rondar minha morada,
possam abalar-me a fé.
Que eu tenha vigor, paciência, perseverança,
pra recriar nas lições do desencontro,
e que eu sinta vontade de seguir em frente,
sempre que as circunstâncias me detiverem.
Senhor,
transporta meu pensamento
para os enlevos da vida,
fazendo-me contemplar
as visões de um novo mundo.
Renova minhas forças,
unge meu caminho,
abençoa o desdobrar
da página de cada dia.
Neste Ano Novo, Senhor,
habilita-me
para ser digna de entender
as missões da Tua obra,
iluminando-me cada passo,
nas dores, que eu O encontre,
nas orações.

Consultora em Educação disse...

Natal, simplesmente, Natal

Ivone Boechat


A humanidade
amanheceu diferente?
Alguém sonhou
que estava mais temente?
Os surdos espirituais
juntaram-se aos cegos sociais
para fazer estrondosa manifestação
em prol do amor?
Ah! Então hoje é Natal;
quem desejou o mal, não deseja mais,
quem abandonou,
foi buscar filhos e pais,
aquele que odiou se blindou do mal,
está neste momento,
sem nenhuma dor moral,
acaba de prometer a si mesmo
e aos demais,
que ao invés de ostentação,
vai dobrar os joelhos,
promover ação;
daqui pra frente,
seguir os conselhos
e cuidar da fé,
receber, definitivamente,
Jesus no coração.

Consultora em Educação disse...

Natal, simplesmente, Natal

Ivone Boechat


A humanidade
amanheceu diferente?
Alguém sonhou
que estava mais temente?
Os surdos espirituais
juntaram-se aos cegos sociais
para fazer estrondosa manifestação
em prol do amor?
Ah! Então hoje é Natal;
quem desejou o mal, não deseja mais,
quem abandonou,
foi buscar filhos e pais,
aquele que odiou se blindou do mal,
está neste momento,
sem nenhuma dor moral,
acaba de prometer a si mesmo
e aos demais,
que ao invés de ostentação,
vai dobrar os joelhos,
promover ação;
daqui pra frente,
seguir os conselhos
e cuidar da fé,
receber, definitivamente,
Jesus no coração.

Postar um comentário

Que todos os dias seja Natal em sua vida!