RSS

Feliz Natal. Será sempre Natal para os que amam de verdade! Eterna Apaixonada

SONETO DE NATAL © Sérgio Martins



Photobucket




SONETO DE NATAL

O encanto do céu amou a enferma terra:
Estrela-guia no deserto que dá luz
ao ímpio, chama que à ventura conduz,
amores que se cruzam em meio à guerra.

Nesta bela terra dos sonhos, quem veio numa estrebaria,
suporta a inveja dos deuses, a cruz política e religiosa
e é coroado de espinhos por dar amor à alma odiosa;
conhecerá a Graça de ser Rei dos reis no seio de Maria.

E por que, feito desmanche de cinzas, soprastes o Natal
esquecido das promessas de ano novo
no abrigo covarde de medo do que supostamente é mal?

Lembra-te, então, daquele tempo de jubilar,
da paz que mora dentro do redemoinho e
da canção de Dezembro: tempo de amar.


© Sérgio Martins


0 comentários:

Postar um comentário

Que todos os dias seja Natal em sua vida!